NOTÍCIAS

8 erros absurdos que você não pode cometer no design gráfico

8 erros absurdos que você não pode cometer no design gráfico
15 de maio de 2018 • 11h04 • atualizada 15 de maio de 2018

Errar é normal, principalmente no início da carreira em uma área como o design gráfico. Porém, quando é algo recorrente, isso pode atrapalhar o seu progresso e até mesmo resultar em uma demissão. Por isso, é importante estar atento a algumas atitudes que não podem fazer parte do trabalho de um profissional bem-sucedido. Para te ajudar, separamos alguns erros que você deve evitar se quiser se tornar um grande designer gráfico.

1 - Falta de cuidado com as fontes

O trabalho de um designer não envolve apenas imagens, mas também engloba a inserção de texto. Por isso, o estudo de fontes é fundamental e, infelizmente, é algo negligenciado por muitos profissionais. Portanto, não saia por aí escrevendo de qualquer maneira: saiba muito bem qual a melhor fonte para cada caso e procure evitar aquelas que não são muito bem vistas pelo mercado, como o caso da Comic Sans, por exemplo.

2 - Erros ortográficos

Pode acontecer de não haver a ajuda de um redator, fazendo com que as partes textuais também sejam feitas pelo designer. Por isso, é essencial possuir domínio da gramática e da escrita. Não adianta criar uma arte bem-feita, mas com um erro ortográfico gritante, não é mesmo? Além disso, não fique preso apenas ao português: aprender inglês será enriquecedor ao seu currículo e pode te fazer alçar cargos melhores dentro do mercado de trabalho.

3 - Confundir RGB e CMYK

Imagine a seguinte situação: você cria uma arte que será impressa em milhares de cópias e, quando ficam prontas, as cores e o contraste estão totalmente diferentes do que você viu na tela. Ninguém quer isso, não é mesmo? Esteja certo de que está utilizando o formato de cores correto, sabendo que o RGB é mais usual para telas e o CMYK para impressos. Certifique-se também de, sempre que fizer uma produção gráfica, pedir uma prova de impressão para ter certeza de que todos os elementos de cores e contraste sairão do jeito que você planejou.

4 - Plágio

Copiar a criação de outra pessoa não é tolerado em área alguma. É claro que você deve buscar referências e inspirações, mas como suporte para a sua criatividade, não pegar o que alguém já fez. Se descoberto, o plágio pode ocasionar processos e causar danos irreparáveis à sua carreira. Esteja sempre seguro de que suas criações são originais e não utilizam nenhuma propriedade intelectual de terceiros não envolvidos no trabalho.

5 - Excesso de informações

Você já pegou um flyer na rua ou viu uma postagem on-line e ficou profundamente incomodado com o fato de ela estar estava totalmente “poluída” e cheia de elementos desnecessários? Pois é, o excesso é uma das coisas que podem estragar totalmente uma criação. É preciso desenvolver um olhar crítico para notar quando há informação demais que não precisa estar ali.

6 - Bagunça estética

Você já ouviu aquela história de que quando se quer muita coisa ao mesmo tempo, acaba não se tendo nada? Isso pode acontecer também no design. Às vezes o profissional pensa em tantas ideias diferentes para uma criação que acaba não decidindo qual linha estética irá seguir, e o que se vê no produto final é uma bagunça de elementos, sem nenhum estilo definido. Portanto, quando fizer uma peça, defina um caminho e vá por ele. As outras ideias podem tranquilamente serem guardadas para o próximo job.

7 - Desalinhamento

Imagens desalinhadas, linhas tortas e elementos totalmente mal ordenados mostram um grande amadorismo e uma profunda falta de conhecimento em design, e você não pode deixar isso acontecer. As criações de um designer precisam sempre possuir harmonia entre tudo que está ali colocado, e os alinhamentos precisam estar da maneira mais perfeita possível.

8 - Não pensar no público

Alguns profissionais ignoram o fato de que suas criações não são feitas para eles mesmo. Na verdade, elas devem ser feitas para o público final, seja um menu de restaurante ou um site completo, por exemplo. É preciso que todas essas pessoas entendam o que está ali e façam o uso do produto como se planejou.

Portanto, sempre se coloque no lugar de alguém que está vendo sua criação e não possui o mínimo conhecimento do seu processo produtivo ou das suas referências. Além disso, estude bastante sobre assuntos como psicologia das cores e esteja antenado às tendências do mercado.

Depois de ver essas dicas, é o momento de fazer uma autoanálise e tentar identificar se você vem cometendo alguns desses enganos. O importante é reconhecer os erros e procurar sempre melhorar! O blog da SOS estará aqui para te ajudar com as melhores dicas e informações!

7 dicas que vão lhe ajudar se você trabalha com design gráfico

Sites que todo designer deveria visitar

Venha para a SOS!

Você também é fanático por tecnologia? Que tal transformar essa paixão em carreira? A SOS possui os cursos certos para quem busca por qualificação para ser diferenciado no mercado de trabalho.

COMENTÁRIOS
Seja o primeiro a deixar um comentário
8 erros absurdos que você não pode cometer no design gráfico
ESCOLAS
Busque a escola pertinho de você
©S.O.S. Todos os direitos reservados.
Avenida Bady Bassit, 4960 São José do Rio Preto - SP   |   (17) 3214-8699
Move Edu
Move Edu